Terça, 18 de junho de 2019
82991319220
Polícia

14/11/2018 às 20h44

153

Profº Nicanor

União dos Palmares / AL

Mulher imobiliza homem com chave de braço após sofrer tentativa de assalto, no AM
Ladrão foj surpreendido por uma lutadora de jiu jitsu
Mulher imobiliza homem com chave de braço após sofrer tentativa de assalto, no AM
Sabrina imobilizou o suspeito com golpe conhecido como "chave de braço" — Foto: Arquivo Pessoal

Faixa branca de jiu-jítsu, a jovem Sabrina Leite, de 22 anos, usou dos seus aprendizados nos tatames para imobilizar um homem de 18 anos que tentou roubar seu celular, em Manaus. O caso ocorreu na tarde desta terça-feira (13), no bairro Jorge Teixeira, na Zona Leste de Manaus. A aplicação da chave de braço foi filmada por populares e divulgada em redes sociais.





De acordo a jovem, ela estava em frente à sua casa no momento em que dois suspeitos em uma motocicleta se aproximaram. Um dos homens, de 18 anos, desceu do veículo, abordou Sabrina, anunciou o assalto, e pediu o celular dela.




“Eu percebi que eles estavam sem nada, só chegaram no susto dizendo ‘passa o celular’. Vi que eles não tinham nada e, por isso, reagi. Se eles estivessem armados, eu jamais tinha reagido”, disse.


 



pós a ação do suspeito, Sabrina jogou o aparelho celular para dentro da residência dela. O jovem se assustou e tentou fugir com o outro homem na motocicleta. No momento da ação, um vizinho de Sabrina que passava pela rua notou o suspeito correndo e o atingiu com um veículo. Foi então que ela o imobilizou.




“Meu vizinho ia passando na hora. Ele [suspeito] correu e tava fugindo. O vizinho foi de carro atrás dele e conseguiu alcançar. Então, eu corri, imobilizei ele com um mata-leão, deitei no chão e dei a chave de braço”, explicou.



Em entrevista ao G1, por conta do vídeo que circula nas redes sociais, Sabrina falou sobre sua técnica. Ela disse que é apenas praticante de jiu-jítsu.




“É tudo questão de técnica. Eu sou praticante. Eu treino há 4 anos, ainda sou faixa branca. Graduação, faixa, não significa muito pra mim. Não participo de campeonato nem nada”, afirmou.




A jovem conta que ficou mais de 20 minutos no chão com o suspeito imobilizado, até a polícia chegar ao local.




"Fiquei quase mais de 20 minutos com ele imobilizado, para ele não fugir. Meu primo chegou e outras meninos lá e ficaram ao redor dele, até a polícia chegar", completa.





FONTE: Globo

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium