domingo, 24 de março de 2019
82991319220
Cidades

19/11/2018 às 10h34

60

Profº Nicanor

União dos Palmares / AL

Ambev patrocina 52 cisternas em PE.
Ambev colabora na luta contra a seca.
Ambev patrocina 52 cisternas em PE.
Foto: Mauricio Pisani/Divulgação

Com a intenção de garantir o acesso à água em regiões do Semiárido, A Ambev, em parceria com a ONG Caritas de Pesqueira, construiu cisternas de 52 mil litros em cinco escolas de comunidades rurais no interior de Pernambuco. Ao todo, 1.376 alunos serão beneficiados pela iniciativa, que contempla também ações de educação ambiental. Isso porque, além das cisternas, que armazenarão as águas das chuvas, serão instalados sistemas de reuso de água. O líquido das pias será filtrado e reutilizadopara regar uma horta, que vai servir como merenda escolar para as crianças. Através da Caritas, foram feitas capacitações de manejo do novo sistema.

“O projeto é complexo, no sentido de que a gente dá suporte para que a escola receba água de qualidade”, disse Andrea Matsui, gerente nacional de Sustentabilidade da Ambev. “O que a gente encontra nas escolas são caixas d’águas muito pequenas, que mesmo enchendo não são suficientes para abastecer a escola. Com as cisternas grandes, elas vão ser capazes de armazenar água suficiente no período de chuva. Além disso, tem o componente importante de reuso e manejo de água que serve para abastecer e dar reforço nutritivo para as crianças”, falou. “As hortas têm cheiro verde, hortaliças, legumes como cenoura, abobrinha e até variedades frutíferas, como mamão, banana, tudo entendendo a realidade do contexto local, mas sempre com a visão de complementar a merenda”, revelou.


Com a intenção de garantir o acesso à água em regiões do Semiárido, A Ambev, em parceria com a ONG Caritas de Pesqueira, construiu cisternas de 52 mil litros em cinco escolas de comunidades rurais no interior de Pernambuco. Ao todo, 1.376 alunos serão beneficiados pela iniciativa, que contempla também ações de educação ambiental. Isso porque, além das cisternas, que armazenarão as águas das chuvas, serão instalados sistemas de reuso de água. O líquido das pias será filtrado e reutilizadopara regar uma horta, que vai servir como merenda escolar para as crianças. Através da Caritas, foram feitas capacitações de manejo do novo sistema.


“O projeto é complexo, no sentido de que a gente dá suporte para que a escola receba água de qualidade”, disse Andrea Matsui, gerente nacional de Sustentabilidade da Ambev. “O que a gente encontra nas escolas são caixas d’águas muito pequenas, que mesmo enchendo não são suficientes para abastecer a escola. Com as cisternas grandes, elas vão ser capazes de armazenar água suficiente no período de chuva. Além disso, tem o componente importante de reuso e manejo de água que serve para abastecer e dar reforço nutritivo para as crianças”, falou. “As hortas têm cheiro verde, hortaliças, legumes como cenoura, abobrinha e até variedades frutíferas, como mamão, banana, tudo entendendo a realidade do contexto local, mas sempre com a visão de complementar a merenda”, revelou.

FONTE: FolhaPE

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados
Site desenvolvido pela Lenium