Publicidade

Decisão de juiz aposentado pode mudar destino eleitoral em Murici

Justiça quer mudar sistema de eleições em Murici

19/02/2024 às 12h20 Atualizada em 21/02/2024 às 00h52
Por: Profº Nicanor Fonte: reportermaceió
Compartilhe:
reprodução
reprodução

O caso muriciense, que tem gerado grande expectativa e movimentação nos bastidores políticos do município, agora tem mais detalhes que prometem mudar o rumo da sucessão eleitoral. Com o juiz Diógenes Tenório de Albuquerque à frente, o desfecho dessa batalha política pode redefinir o futuro de mais de 28 mil habitantes, que há 27 anos convivem com o mesmo sistema de governo.

Diógenes Tenório de Albuquerque, um homem de 78 anos, com uma longa carreira como advogado e juiz de Direito, é protagonista nesse embate político. Ele tem mostrado ao longo dos anos uma conduta profissional exemplar, pautada pela imparcialidade e pelo respeito à lei. Agora, a sua decisão terá o poder de libertar a população de Murici do jugo que a mantém presa desde 1997.

O presidente da Câmara Federal, Arthur Lira, já está atento aos desdobramentos desse caso eleitoral, com novos detalhes que podem influenciar na decisão do juiz. A possibilidade de defesa de candidatura única está sendo analisada, o que poderia alterar significativamente o cenário político local. Para Arthur Lira, a figura do juiz Diógenes é crucial nesse processo e sua decisão será determinante para o desfecho dessa disputa.

A estratégia articulada pelo grupo político de Arthur Lira visa garantir a unidade em torno do nome do advogado Diógenes Tenório de Albuquerque Junior, vislumbrando a possibilidade de vitória. Com Eduardo Oliveira e Caubi Freitas como outros possíveis candidatos, a articulação política busca consolidar o apoio a Diógenes como caminho para uma ruptura com o modelo calheirista que perdura há quase três décadas.

A expectativa é que o Diógenes Tenório de Albuquerque Junior possa obter apoio e se mostrar viável como candidato, abrindo assim espaço para um entendimento político que rompa com a fadiga administrativa do modelo calheirista. A possibilidade de uma candidatura única, apoiada pelo presidente da Câmara, ganha força à medida que as peças do tabuleiro político se movem em direção a um novo cenário em Murici.

O desfecho desse caso eleitoral parece estar agora nas mãos do juiz, que para Arthur Lira já é chamado de “Joe Biden das Alagoas”, em referência ao presidente dos Estados Unidos, eleito aos 78 anos de idade. Resta aguardar para saber como Diógenes Tenório de Albuquerque Junior irá conduzir essa situação e qual será o desfecho para a sucessão eleitoral em Murici.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
União dos Palmares, AL
22°
Tempo nublado

Mín. 23° Máx. 28°

23° Sensação
0.29km/h Vento
98% Umidade
100% (8.46mm) Chance de chuva
05h26 Nascer do sol
05h20 Pôr do sol
Qua 30° 22°
Qui 30° 22°
Sex 31° 22°
Sáb 31° 22°
Dom 30° 23°
Atualizado às 02h08
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,19 -0,03%
Euro
R$ 5,51 -0,03%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,46%
Bitcoin
R$ 347,800,53 +0,78%
Ibovespa
125,333,89 pts -0.49%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias