Publicidade

Brasília comemora 64 anos

25 anos da capital brasileira

21/04/2024 às 19h09 Atualizada em 21/04/2024 às 22h44
Por: Profº Nicanor Fonte: r7noticias
Compartilhe:
reprodução
reprodução

capital do país, que comemora 64 anos neste domingo (21) e começou sua história com 140 mil habitantes, em 1960, atualmente abriga quase 3 milhões de moradores, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). O número de regiões administrativas, antes chamadas de cidades-satélites, totalizam agora 35. Quando Brasília começou a ser construída, em outubro de 1956, o Planalto Central já era ocupado por dois núcleos urbanos: Planaltina, com quase um século, e Brazlândia, fundada em 1933, então povoado da área rural do município de Luziânia (GO), que tinha menos de mil moradores no começo de 1960.

Com o início da construção, vários servidores e trabalhadores começaram a chegar para a nova capital do país, e acampamentos formaram novos núcleos urbanos. Na época, acreditava-se que os candangos, como eram chamados, voltariam para seus locais de origem depois da inauguração da capital.

A Cidade Livre, hoje Núcleo Bandeirante, por exemplo, foi o principal acampamento dos trabalhadores, e tinha a expectativa de uma existência limitada. Na época, para incentivar a vinda de comerciantes para o Planalto Central, o local era livre de pagamento de impostos. Partindo da mesma origem dos acampamentos dos trabalhadores, assim surgiram também a Candangolândia, o Paranoá e as vilas Planalto e Telebrasília.

 

A primeira cidade-satélite, de fato, criada pela Novacap (Companhia Urbanizadora da Nova Capital) foi Taguatinga. A região foi planejada por Lúcio Costa — ganhador do concurso que escolheu o projeto de Brasília —, mas deveria nascer apenas dez anos depois da inauguração de Brasília. Em junho de 1958, no entanto, a pressão popular fez com que a Novacap acelerasse o processo de assentamento das famílias.

Já em 1960, Sobradinho foi criada para a ser a moradia definitiva de trabalhadores da construção de Brasília. Depois surgiram outras regiões, como Gama e Guará. O nascimento de Ceilândia, por exemplo, nasceu da Campanha de Erradicação das Invasões (CEI), realizado pelo governador Hélio Prates. A região, então, foi batizada inspirada na sigla CEI e na palavra de origem norte-americana “landia”, que significa “cidade”.

Patrimônio imaterial

O conjunto urbanístico de Brasília, em 1987, foi declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, com o princípio fundamental de preservar a concepção da cidade. O historiador do Arquivo Público do Distrito Federal, Elias Manoel da Silva, considera importante essa classificação que congelou a cidade.

 

“Isso impediu a especulação imobiliária de mudar o planejamento dado para Brasília. A medida foi essencial para a gente proteger Brasília de mudanças que destruiriam a cidade”, disse. O especialista destaca ainda que o crescimento da capital já era previsto.

O historiador também desmitifica a ideia de que Brasília foi construída para apenas 500 mil habitantes. “Esse número era para a região do Plano Piloto, o que significa que ainda estamos dentro do projetado, porque temos na região cerca de 300 mil habitantes. Era consciência de que a cidade iria crescer”, disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
União dos Palmares, AL
22°
Parcialmente nublado

Mín. 20° Máx. 29°

23° Sensação
1.36km/h Vento
95% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
05h30 Nascer do sol
05h10 Pôr do sol
Ter 27° 21°
Qua 27° 20°
Qui 26° 21°
Sex 29° 22°
Sáb 29° 21°
Atualizado às 02h07
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,10 +0,00%
Euro
R$ 5,56 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,55%
Bitcoin
R$ 363,128,46 +0,34%
Ibovespa
128,150,71 pts -0.1%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias