Publicidade

Caso das joias: Bolsonaro desviou R$ 25 milhões, diz relatório da PF

Bolsonaro desviou dinheiro das jóias, segundo a PF

08/07/2024 às 17h41 Atualizada em 11/07/2024 às 22h48
Por: Profº Nicanor Fonte: uol
Compartilhe:
reprodução
reprodução

O ex-presidente da República  Jair Bolsonaro (PL) desviou ao menos R$ 25 milhões em joias e presentes. A informação consta no inquérito elaborado pela Polícia Federal (PF) , que teve sigilo retirado pelo ministro Alexandre de Moraes , do Supremo Tribunal Federal (STF) , nesta segunda-feira (8).  

Segundo o relatório, "houve uma associação criminosa voltada para a prática de desvio de presentes de alto valor recebidos em razão do cargo pelo ex-presidente da República Jair Bolsonaro e/ou por comitivas do governo brasileiro, que estavam atuando em seu nome, em viagens internacionais".

Ainda de acordo com as investigações da PF, Bolsonaro e seus aliados venderam essas joias no exterior. O dinheiro arrecadado, segundo o relatório, era direcionado diretamente para o patrimônio pessoal do ex-presidente, sem utilização do sistema bancário formal, "com o objetivo de ocultar a origem, localização e propriedade dos valores".

                                                            Decisão de Moraes

Na decisão, Moraes determinou que os advogados das pessoas citadas tenham acesso integral ao processo. Além disso, o ministro deu 15 dias para a  Procuradoria-Geral da República (PGR) analisar o caso.

Após este período, o procurador-geral da República, Paulo Gonet, terá que decidir se Bolsonaro e seus aliados se tornarão réus ou se vai arquivar o caso. Ele também poderá pedir mais tempo para analisar o relatório elaborado pela Polícia Federal (PF) . 

                                                          O caso

Bolsonaro foi indiciado por associação criminosa, lavagem de dinheiro e apropriação de bens públicos. O ex-chefe do Executivo nega ter cometido todas as irregularidades. Além dele, outras 11 pessoas foram indiciadas.

Outros indiciados no inquérito das joias:

 

Bento Albuquerque (ex-ministro de Minas e Energia de Bolsonaro) - apropriação de bens públicos e associação criminosa;
José Roberto Bueno Júnior (ex-chefe de gabinete do Ministério de Minas e Energia) - apropriação de bens públicos, associação criminosa e lavagem de dinheiro;
Julio Cesar Vieira Gomes (auditor-fiscal e ex-secretário da Receita) - apropriação de bens públicos, associação criminosa, lavagem de dinheiro e advocacia administrativa;
Marcelo da Silva Vieira (chefe do gabinete de Documentação Histórica da Presidência da República no mandato de Bolsonaro) - apropriação de bens públicos e associação criminosa;
Marcelo Costa Câmara (ex-assessor de Bolsonaro) - lavagem de dinheiro;
Marcos André dos Santos Soeiro (ex-assessor de Bento Albuquerque)   - apropriação de bens públicos e associação criminosa

Mauro Cesar Barbosa Cid (ex-ajudante de ordens de Bolsonaro) - apropriação de bens públicos, associação criminosa e lavagem de dinheiro;
Fabio Wajngarten (advogado de Bolsonaro e ex-secretário de Comunicação) - lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Frederick Wassef (advogado de Bolsonaro) - lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Mauro Cesar Lourena Cid (general da reserva do Exército ) - lavagem de dinheiro e associação criminosa;
Marcelo Costa Câmara (ex-assessor de Bolsonaro) - lavagem de dinheiro;
Osmar Crivelatti (assessor de Bolsonaro) - lavagem de dinheiro e associação criminosa.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
União dos Palmares, AL
21°
Tempo nublado

Mín. 20° Máx. 25°

21° Sensação
4.18km/h Vento
76% Umidade
100% (3.84mm) Chance de chuva
05h40 Nascer do sol
05h19 Pôr do sol
Sex 25° 19°
Sáb 21° 19°
Dom 25° 18°
Seg 22° 17°
Ter 24° 19°
Atualizado às 09h45
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,54 +1,04%
Euro
R$ 6,05 +0,82%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,76%
Bitcoin
R$ 376,142,30 -0,24%
Ibovespa
128,421,51 pts -0.79%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias