Segunda, 01 de Março de 2021 00:26
82991319220
Política Política

Governo anuncia a compra de 46 milhões de doses da Coronavac.

Esta semana deverá ser assinado protocolo de intenções.

17/12/2020 09h02
Por: Profº Nicanor Fonte: uol
uol
uol

O Ministério da Saúde, comandado pelo general Eduardo Pazuello, está em fase de acertos finais com o Instituto Butantan para a compra de 46 milhões de doses da CoronaVac, vacina desenvolvida em parceria com o laboratório chinês Sinovac. Segundo fontes da pasta, ainda nesta semana deve ser assinado um memorando de intenções. Para a compra ser de fato efetuada, afirmam, faltam apenas detalhes técnicos.

Auxiliares do governo federal salientaram que todas as vacinas que tiverem o memorando de intenção, "depois de registradas, serão compradas pelo governo". "Essa é a decisão", disse um técnico ligado à pasta. O Instituto Butantan é vinculado ao governo do Estado de São Paulo e a CoronaVac já motivou discussões entre o governador João Doria (PSDB-SP) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Em outubro, a compra de 46 milhões de doses do imunizante chegou a ser motivo de desautorização pública de Bolsonaro a Pazuello.

Agora, afirmam ministros, o presidente quer tentar arrefecer a guerra em torno das vacinas. Nesta quarta-feira (16), no anúncio do plano de vacinação contra a covid-19, que ainda não possui um cronograma de fato, Bolsonaro mudou o tom e pediu "união". No plano, o Ministério da Saúde diz estimar que os grupos de maior risco e de maior exposição estariam vacinados ainda no primeiro semestre de 2021.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias