Segunda, 20 de Setembro de 2021 13:31
82991319220
Política Política

CPI tem cobranças ao governo do AM e troca de farpas com deputado estadual.

CPI acusa deputado por omissão.

29/06/2021 13h04 Atualizada há 3 meses
Por: Redacao Fonte: uol
uol-reprodução
uol-reprodução

Senadores da CPI da Covid pressionam hoje o deputado estadual Fausto Junior (MDB-AM) a esclarecer o motivo pelo qual ele não incluiu o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), no relatório da CPI da Saúde, realizada em 2020 no Legislativo estadual para investigar indícios de corrupção durante a pandemia. Junior presta depoimento hoje à CPI do Senado na condição de testemunha convocada. O presidente do colegiado, Omar Aziz (PSD-AM), é mandatário eleito pelo Amazonas. Até 12h30, a audiência foi marcada por um acalorado debate sobre questões locais e troca de farpas entre o deputado e Aziz. Em momentos de maior tensão, o depoente reclamou que se sentia ameaçado.

O presidente da CPI da Covid disse considerar que as respostas de Junior sobre a responsabilização ou não de Wilson Lima eram insuficientes. Ele sinalizou que poderá incluir o deputado no rol de investigados da comissão e defendeu quebra de sigilo para empresas e pessoas que fariam parte de uma suposta rede de conexão entre o governador e o emedebista. A temperatura da audiência foi elevada sobretudo quando o depoente sugeriu que, caso a CPI da Saúde no Amazonas indiciasse Lima, Aziz, que já governou o estado (entre 2010 e 2014), também deveria o ser. A declaração ocorreu em tom de provocação.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias