Publicidade

Governo estuda taxar até 500 empresas com 'superlucros' que não pagam impostos

Grandes empresas não pagam impostos

09/04/2023 às 19h32
Por: Profº Nicanor Fonte: rt.noticias
Compartilhe:
reprodução
reprodução

O governo federal pretende começar a cobrar impostos de cerca de 500 empresas com "superlucros" e que, atualmente, têm isenção fiscal. O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, pretende usar a arrecadação para viabilizar a nova regra fiscal, que precisa, segundo cálculos da pasta, de R$ 110 bilhões a R$ 150 bilhões de incremento de receita para dar certo.

 

"Está entre R$ 400 bilhões e R$ 500 bilhões o que o Estado deixa de arrecadar [com isenções]. Estamos falando de 400, 500 grandes empresas que têm superlucros, que, por expedientes ilegítimos, fizeram constar no sistema tributário o que é indefensável, por exemplo subsidiar o custeio de uma empresa que está tendo lucro. Se a empresa está tendo lucro, por que o governo precisa entrar com dinheiro para subsidiá-la? Não vai prejudicar a empresa, vamos alinhar, mas ela vai passar a pagar impostos", afirmou Haddad em entrevista na quinta-feira (6).

 

O ministro garantiu que a mudança não vai afetar isenções fiscais como a da Zona Franca de Manaus nem afetar micro, pequenos, médios e grandes empresários. Os trabalhadores que não pagam imposto de renda atualmente também não serão incluídos na nova medida — que ainda não tem data para ser implementada.

 

"Não vamos mexer na Zona Franca de Manaus. Nesse dinheiro [que o Estado deixa de arrecadar com isenções] estão as Santas Casas, [que também não serão afetadas]. Não é disso que estamos falando. Ninguém vai, por exemplo, cortar o benefício do Prouni [Programa Universidade Para Todos], que dá bolsas de estudos mediante o não pagamento de impostos [pela instituição de ensino particular]", explicou o ministro.

 

Haddad reforçou, ainda, que não haverá criação de impostos. "Não vamos criar novos tributos nem aumentar alíquota dos tributos existentes. Estamos falando de quem não paga imposto. E hoje, infelizmente, quem não paga [imposto] são as maiores empresas brasileiras. É o que chamamos de 'jabuti': apareceu na árvore sem ninguém entender quem colocou e foi sugando a capacidade de investimento do Estado", criticou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
União dos Palmares, AL
25°
Tempo nublado

Mín. 24° Máx. 33°

26° Sensação
2.21km/h Vento
92% Umidade
78% (1.91mm) Chance de chuva
05h27 Nascer do sol
05h48 Pôr do sol
Qui 33° 23°
Sex 32° 23°
Sáb 31° 23°
Dom 31° 22°
Seg ° °
Atualizado às 22h15
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 4,93 +0,01%
Euro
R$ 5,33 +0,04%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,24%
Bitcoin
R$ 271,896,01 -0,20%
Ibovespa
129,916,11 pts 0.68%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias